quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Avatar

Saudável e Plus Size?



Saudável e Plus Size?

Há algum tempo venho refletindo sobre a moda plus size, que é um assunto que vêm tomando proporções grandes.
Ouço muito o bordão: " Se aceitar e ser feliz". Eu me pergunto então, toda essa difusão da moda plus size, movimentos para as pessoas se aceitaram como são(mesmo não sendo o melhor para o corpo), estar acima do peso e ser feliz, onde isso vai dar?

Antes de tudo, quero que fique claro que não acho que as gordinhas tenham que ser infelizes e se esconderem em casa, mas um ponto que me chama atenção, e é na verdade por este motivo que eu estou escrevendo aqui é: Se aceitar como plus size não seria prejudicial a saúde?

Na minha opinião estar acima do peso afeta a qualidade de vida, e, portanto, estar feliz com a situação e achar que Plus size é "cool" pode levar a problemas futuros.

Tenho certeza que muitas plus size não tenham opção e que têm consciência do problema que carregam e querem mudar, além das que não podem fazer nada, pois o problema é decorrente de fatores genéticos e tantos outros motivos que existem. Porém, acho que também exista muita gente que é hoje plus size por negligência e descaso consigo mesma, e são para essas que eu escrevo.
É muito legal ver pessoas que se aceitam como plus size, mas será que eles(os mesmos que querem vender as roupas) mostram também os lados negativos na mídia deste excesso de peso?

Eu vejo o excesso e/ou falta de peso como um problema de saúde. Que adianta estar se vestindo bem e gostando de si mesma, quando se acordarmos de manhã sentirmos falta de ar, ter problemas no coração, diabetes e todos os problemas que podem vir acompanhados, etc, etc.

Eu na verdade não sei se meu texto ficou claro, mas o que quero mostrar é a importância de estarmos sempre cuidando de nós mesmas, não importa o peso. Sempre a busca de saúde.....
E claro, as não plus size também podem não ter uma saúde boa, mas o excesso de peso está associado a muitos mais problemas.


Estar saúdavel, ser plus size e bem vestida: lá vem uma mulher poderosa!!!
Moiçolas do Plus size, continuem se cuidando, mas não só da beleza, mas também da sua saúde. É o mais importante! Seu corpo agradecerá!


Qual a opinião de vocês??
Alguma coisa a acrescentar? Tirar?
Comentem!!

Beijos
Roberta

19 comentários:

VERÔNICA disse...

Concordocom vc Roberta. Estar acima do peso pode acontecer com qualquer uma, eu, por exemplo, tenho 1.53 e estou com 59 kg. Não estou proporcional, mas também não vou ficar triste. Vou fazer regime pra vestir 36? Claro que não. Mas vou controlar a minha alimentação sim: tenho que comer 2 ou 3 bombons de sobremesa? Não. Um basta. Acho, como vc disse, que o mais importante é a saúde. Nem todas vão preder peso só com um melhor controle da alimentação, talvez seja necessário um pouco de exercício aeróbico (pretendo caminhar), não somente para perder peso, mas também para obter um melhor condicionamento físico. Saúde é o mais importante. Sempre!!!!

bjs

brechoparaquemechic@bol.com.br

Fabiana disse...

Bem, na verdade assume-se que é saudável quem é magro. Conheço pessoas acima do peso (não obesas, acima do peso), que são mais saudáveis e nada sedentários, enquanto conheço pessoas magras (como meu marido, por exemplo, uma amiga com quem trabalhei, e outras) que têm problemas de saúde, não conseguem fazer um exercício sequer, têm problemas cardíacos e etc. Saúde não diz respeito somente ao peso e altura, está ligado a alimentação, exercícios, taxas de gordura, colesterol, pressão, etc. E outra: não é fácil emagrecer, de fato. Além disso, é caro. Estou acima do peso, e gasto por mês, com dietas, acompanhamento, exercícios, pilates, mais de R$ 600,00. É fácil ser magro desse jeito? Não, tem gente que ganha só isso e pronto, como pode fazer? Tem gente que sai 6h da manhã e volta 22h a noite, essa pessoa é saudável? Dormir bem, alimentar-se bem, não ser sedentário, ser feliz, e muitos outros é o que fazem uma pessoa saudável, é o que eu acho. Eu gosto de posts que tratam de pessoas com mais quilos na balança, porque é bom discutirmos, pois, a política de magreza como saúde torna os demais excluídos, e é uma realidade no mundo inteira que, nos casos mais perigosos e realmente preocupantes deve ser tratada como responsabilidade pública do governo (não sou candidata e nem parente de candidato, rs. É que é um assunto com "muito pano para a manga".) Não defendo obesidade, mas, tratar as pessoas acima do peso como não saudáveis pode piorar a situação delas, atacando, inclusive, fatores psicológicos, acarretando em outros problemas, como bulimia... Quando se diz "feliz com as gordurinhas", acho que querem dizer: "não como e vomito tudo depois", enfim, vivemos com o que temos e podemos ;-) Desculpe a resposta grande, é que meu cérebro trabalha rápido demais, rs

Princesa Bazar disse...

Nossa Roberta, adorei o seu texto.
Em 1º lugar a saúde!
Gordinha e feliz ou Magrinha e feliz, só se for com saúde, porque é através da saúde é que estamos bem para trabalhar, passear, se exercitar, enfim, para fazer o que quiser.
E tudo começa pela nossa alimentação, ou seja, reeducação alimentar, quem faz isso, não passa fome para emagrecer.
Como a Verônica falou: nem todas vão perder peso só controlando a alimentação que talvez seja necessário um exercício aeróbico, porém se você reeducar sua alimentação, começando a ingerir alimentos saudáveis, sua saúde vai melhorar e sua disposição também.
Desta forma terá mais energia para começar alguma atividade aeróbica.
Quando vou ao supermercado, penso magro e não gordo, vou colocando no carrinho só alimentos saudáveis (iogurtes, queijo branco, requeijão light, torrada integral, pão de grãos (nada de massa branca), bolachinha integral de aveia e mel da Nestlé, frutas (várias), saladas, barrarinha de cereal, frutas secas (damasco, banana, uva passas), Castanha do Pará etc). Veja quanta coisa gostosa!
Quem quer mudar seu hábito alimentar: consegue, Quem não quer: arranja uma desculpa.
Bjus... Ana
http://princesabazar.blogspot.com/

Roberta disse...

Fabi

Bah, queria ter mais tempo para escrever, mas resumindo, eu não me referi ao texto para aquelas que tentam emagrecer, as que já se cuidam, que já fazem exercícios, as que se preocupam e que tem além de aceitarem como plus size, pensam na sua saúde.
Também não citei alimentação ou exercícios físicos, pois eu não sou especialista aqui para dar dicas do que fazer.
Só quis puxar um pouco da consciência de cada um em relação à saúde.
Afinal, agora que muitas empresas acharam esse mercado, até antes ignorado, elas só estão promovendo a moda plus size, mas esquecendo de falar que não podemos esquecer da saúde, além de se preocupar da beleza.

Destaquei o plus size, mas na verdade vale para qualquer um, magra ou gorda.

Acho que tratar as pessoas acima do peso como não saudáveis não faz elas quererem ser bulêmicas. Afinal isso seria estupidez, visto que bulêmico também não é saudável. Saúde é estar de bem com seu corpo, físicamente e mentalmente.

Minha postagem não foi pra colocar ninguém pra baixo, e sim pra alertar as pessoas. Afinal, o que eu ando vendo ultimamente é só gente querendo "vender" o Plus Size, e acho hipocrisia às vezes.

E eu entendo teus pontos de vista Fabi, só acho que meu texto ficou um pouco mal entendido.

Um beijo e obrigada por participar

Elzinha disse...

Oi Roberta, td bem?

Bom, vou colocar meu ponto de vista acerca do termo Plus Size:

Creio que em nenhum momento a moda direcionada ao publico das moças mais cheinhas quis dizer que elas devam se contentar com o corpo e pronto.

Vejo que essa moda está fazendo pessoas, como eu que visto 44, se vistam bem e possam viver naturalmente até que consigam emagrecer e cheguem no corpo que desejam.

Enquanto isso não acontece, a gente pode sim se vestir com as roupas da moda e que as magras usam, mas com bom senso. Pq até então, roupa de gorda era legging e camiseta. Nada mais.

Engordar é muito fácil, mas emagrecer é terrível. Sinto na pele o processo que, depois de ter engordado quase 30kg na fase de depressão, o emagrecer é uma tortura. Emagreci 8 em 7 meses, mas tá dificil... Gasto uma fortuna com academia, médicos, suplementos... E não é todo mundo q pode fazer isso. Mas enquanto não emagreço o que quero, acho que tenho o direito de me vestir bem em qualquer ocasião, e hje é mais fácil encontrar as roupas que me servem e são bonitas ao mesmo tempo. Fico feliz que alguém tenha pensado nisso!

Bom, é isso!

Bjs!

Rosangela disse...

Uau, que assunto interessante! Acho que as pessoas devem realmente se preocupar com a saúde e o peso excessivo certamente não é saudável, porém a moda plus size veio para dar alegria aquelas que por enquanto ainda não conseguiram seu ideal de perder peso. Ninguém tem ânimo para cuidar de si se não estiver feliz e andar na moda faz qualquer mulher vaidosa se sentir feliz! bjs,

**Love Laces** disse...

Acho que quem vende plus size não está preocupado se vc é saudavel ou não (nem deve).
O governo só faz campanhas de concientização, quando as consequencias começam a pesar no SUS.
Então é a conciência, a vontade e o acesso a informação de cada um.Infelizmente.

Bruna Oliveira disse...

Bom, acho que não tem nem como eu não emitir uma opinião, né? Afinal, escrevo sobre moda plus size aqui no Garimpo.

O ponto que a Roberta tocou, que talvez tenha ficado um pouco mal entendido, é que não adianta ser feliz usando roupitchas lindas de griifes plus size mas com os relatórios médicos cada vez piores.

Só tenho a discordar de uma coisa: quem vende moda plus size não tem a mínima obrigação de alertar que tantos quilos a mais são prejudiciais a saúde e isto e aquilo pelo simples fatos de que são PRODUTORES DE MODA e não agentes de saúde. Querer que uma griffe de tamanhos grandes faça isso e a mesma coisa que querer que a Vera Wang (que é conhecida pelos tamanhos mínusculos de seu vestidos, com cinturinhas de vespa)escreva na etiqueta da peça dela: Atenção! Não é saudável uma mulher de 1.78 cm de altura pesar 49kg e vestir tamanho 32.

Creio que hipocrisia é achar que as griffes plus size devem fazer qualquer tipo de alerta em relação à saúde de suas clientes e achar que as griffes que produzem peças "tamanho normal" estejam desimcumbidas de tal obrigação. Será que Carolina Reston (que era modelo, morreu vítima da anorexia com 40 kg em 1.70cm de altura), Karen Carpenter ( que morreu aos 32 anos vítima de anorexia pesando 35 kg) e Kate Moss que foi internada com às pressas pesando 43kg ao comprarem uma roupa também double zero receberam um aviso de Karl Lagerfeld: olha vc está muito magra, isso não é saudável?

Não devemos, portanto, jogar uma responsabilidade nos ombros dos criadores de um segmento quando a mesma atitude não é exigida de outro segmento.

Acho que todos devemos ir em busca de um corpo saudável, um organismo que funcione bem e que nos atenda nas nossas necessidades. Mas sou estremamente contra que se aponte um corpo magro como saudável e um acima do peso como doente. A saúde interna vai bem além das aparências.

Bruna Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ambiente Bazar disse...

Nossa nunca vi tanta gente comentando com tanta vontade rsrsr
A maioria vez redação !!
Que lindo !!!
Bom depois com mais tempo faço a minha .
Bjokas

Roberta disse...

Elzinha

Sim, eu sei que é difícil emagrecer. Eu mesma tenho dificuldades (não acho que as pessoas me considerariam acima do peso), porém, eu tento cuidar da minha alimentação e fazer exercícios físicos, assim como tu fazes, mas não é todo mundo, e não é por falta de tempo etc, e sim por falta de consciência.

Mas repito, estou escrevendo para aquelas que como a Bruna citou acima: " é que não adianta ser feliz usando roupitchas lindas de grifes plus size mas com os relatórios médicos cada vez piores."

Eu não critiquei o peso de ninguém, e nem tenho intenção, pois eu sei bem como é a realidade quando se trata disso. Infelizmente talvez não tenha ficado muito bem claro no texto.


Bruna, Love Laces:

Realmente, eles não teriam o porque colocar em suas roupas etiquetas que dissessem " faz mal a saúde" haha.

beijoss

Vendo Minha Mãe disse...

Saude sempre em 1º lugar!
Eu tenho o problema inverso.
Se como moderadamente emagreço muuuito (cheguei a pesar 47kg esse ano só porque comi um pouco menos - mas como todo ano, faço exames e estava tudo normal, até melhor que muita gente regrada). Agora como que nem uma desesperada (engoordei 7 kg)mas minha pele está péssima porque to comendo muito doce e bobeirinhas.
Falta tempo pra comer melhor, ir no mercado (porque o natural estraga mais rápido), na academia (que é carinha e dá um desânimo de ir!), etc.
Não to falando que é impossível, mas dá um trabalhão se manter saudável, porém tentar atingir um ideal de beleza, pode ser até impossível!

ﻼﻍஞ Lane ﻼﻍஞ disse...

Gostei do texto e concordo em parte com ele. Pois durante muitos anos as passarelas da moda determinaram que as pessoas magras e altas são as mais bonitas e felizes, porém, são inúmeros os casos de mulheres anorexas e bulimicas, devido a esse desejo sem fim de emagrecer. Quero dizer que, não importa se é Plus Size ou não, o fato é que a mídia e a moda possui como objetivo principal a venda e o lucro, logo, não se importam se o conceito que comercializam em seus produtos é saudável. Portanto, para mim, saudável é, em primeira instância, cuidar do pisicologico para que não se deixe manipular de modo a evitar o excesso de qualquer um dos lados.

Aninha disse...

Muito bem colocado!!!
Muito importante a preocupação com a saúde em qualquer idade e manequim, mas a gente tem que pensar que talvez não seja tão legal exaltar o plus size pq algumas pessoas vão sim se conformar... e que todos entendam que não ha preconceito algum nesse post, mas uma linguagem bem aberta e que espero que toque só aquelas que não se cuidam!
Parabéns pela abordagem!!!

VERÔNICA disse...

Ai, eu quero pensar magro na hora das compras de mercado igual à Ana do Princesa Bazar!!!! rsrsrsrsrrs Da lista dela, só o pão de forma com grãos,o biscoito de gergelim (vale,né?)e o iogurte natural (que uso na receita de kibe de forno)... o restante só engordiet!!!!

Tenho uma sugestão: Da próxima vez, Roberta, faça um post sobre política, religião ou futebol!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrssr

É ótimo ler os comentários!

bjs

brechoparaquemechic@bol.com.br

Roberta disse...

Veronica:

eu nao lembro de ter escrito ate esta postagem alguma coisa "polemica".
Mas fiz assim mesmo essa postagem pois sabia que viriam comentarios interessantes. Acho isso proveitoso e enriquecedor. Foram levantados alguns pontos que me fizeram pensar e tenho certeza que como para as leitoras tambem.

Quem sabe eu venha a escrever mais postagens do genero agora.... haha....

Um beijo

Coisas de dondoca disse...

Olha, como leitora assídua do Garimpo, este post foi um dos que renderam comentários mais longos e polêmicos . O assunto está em voga e é bem interessante. E merece discussão . Não sou magra, mas também não estou tão acima do peso . Estou em processo de emagrecimento , ainda faltam uns 5 kg. Conscientemente, entendo que os excessos de quilos prejudicam a saúde, isto está cientificamente comprovado. Não é questão de se aceitar ou não , é uma questão de saúde. Existem magros cardíacos e pouco saudáveis . Temos que pensar, em primeiro lugar , no bem-estar físico . Por outro lado, no meu caso, existe a vaidade simmmm, me sinto mal se a roupa aperta ou se a gordurinha pula para fora da calça. Emagrecer exige muita disciplina, além da consciência da equação gastar mais e comer menos, ou seja , maneirar na alimentação (exceto na TPM...), e praticar exercícios. O resultado : saúde em dia e entrar naquela roupa que não lhe servia . Um processo lento e gradual, que exige esforço e disciplina. Mas funciona. É isso . Bjkas .

Beth Mello disse...

Gente, eu sou bem magrinha mesmo, visto 34...rsrs... e não sou saudável, então ser magra não significa ser saudável....bom senso acima de tudo, isso sim é fundamental...no meu caso tenho um problema sério de saúde, uma doença auto imune que vai degererando o organismo, e não é nada fácil conviver com isso...quanto as plus size, devem sim procurar estarem sempre saudáveis , mas felizes, acima de tudo!!!
Cuidem-se sempre!!!
Bjusss
Beth Mello
www.bethmello-brecho.blogspot.com

Anônimo disse...

isso é tudo mentira é para enganar gente besta!!!!!!!!!!

Postar um comentário

Dicas: Procurem comentar quando estiverem logadas. Lembrando que as top comentaristas do mes terao seus banners divulgados no blog.

Related Posts with Thumbnails

Minha lista de blogs