Pular para o conteúdo principal

Investindo (corretamente) em roupas infantis.

Desde que fiquei grávida, uma das coisas que mais ouvi foi:" Não gaste muito com roupas, as crianças crescem rápido demais".
E eu acho que posso soar esnobe ao afirmar categoricamente o que penso sobre isso mas até hoje não compreendo o valor deste conselho.

Quer dizer que nossas crianças tem que passar o ano inteiro em roupas grandes ( para que durem mais!), baratas e de má qualidade, ou seja, mal vestidas e mal ajambradas, e enquanto isso a vida passa, para que no futuro ( que futuro?) possam ser adultos que enfim, tenham direito a um mínimo de elegância?

Eu não compreendo este tipo de economia, para mim uma das maiores razões de se trabalhar, para além de manter o sustento, é poder proporcionar coisas boas a quem a gente ama. Eu sempre tive muito prazer em vestir BEM minha filha. E vestir bem, para mim, quer dizer mais do que vestí-la de roupas e acessórios caros, grifados ou bonitos. Eles precisam ser confortáveis, ergonômicos e se possível, ecologicamente sustentáveis.

Por outro lado, não tenho problema algum em vestir minha filha de roupas de segunda mão, herdadas de outras crianças da família, por exemplo. Se a roupa é de qualidade, ela perpassa algumas gerações de irmãos e primos sem mostrar o sinal do tempo. Prefiro isso à alternativa de comprar roupas de má qualidade, com aparência de baratas, em grandes magazines e lojas fast fashion. Não gosto desta alternativa por alguns bons motivos: bebês e crianças não tem muito recursos na hora de se vestir ( como brincos, bolsas e sapatos). Uma roupa barata, num bebê, é quase indisfarçável e entrega na hora o que é: uma roupa barata, que passa a impressão de um bebê desleixado. E acho importante, muitíssimo importante, ensinar aos pequenos que qualidade é melhor que quantidade e refrear o consumo desnecessário de coisas descartáveis.

E outra: me orgulho muito de dizer que grande parte do enxoval da minha filha e das roupas que ela usa foram adquiridas em brechó. Porque, se há algo que faz sentido nesta afirmação de que eles crescem muito rápido e por consequência, perdem roupa muito rápido, é a constatação de que as roupas que deixam de servir continuam novinhas. E se são de boa qualidade, então, fazem a alegria das mamães garimpeiras de brechó.

Eu acho que as roupas das crianças são muito subestimadas. Pouca gente reflete sobre isso, já que é algo considerado supérfluo e fútil. Mas a vestimenta adequada- e aí não vale só para crianças, mas para nós também- denota cuidado com os detalhes, investimento e carinho pelas situações sociais. Denota também a criatividade e generosidade dos pais ou de quem veste. Vocês acham que isso é pouco?

Neste mundo em que vivemos, não é não.

*As fotos que ilustram a postagem são da minha pequena desfilando alguns looks que ou vieram de brechós, ou foram herdados da família ou ainda, fazem a alegria de priminhas mais novas hoje em dia.

http://oquenaoeessencial.blogspot.com

Comentários

  1. bom... não tenho filhos, rss!
    mas concordo: se eu tivesse filhos os vestiriam com peças bacanas.. mesmo que fossem usadas, rss!
    mas tb não pagaria horrores para eles se vetirem bem :) até pq tem a questão que perde rápido, tipo, não daria 100,00 numa calça infantil por exemplo... :)

    ResponderExcluir
  2. Maura, concordo plenamente com vc!!! Inclusive, este mês fiz uma boa comprinha com a Má do http://rodizioderoupas.blogspot.com para o meu filhote e todas as roupas são de qualidade (a maioria inclusive é da Hering)! Então, quando meu lindinho precisa de alguma coisa que eu não achei de segunda-mão, vou ao shopping e compro do bom e do melhor sem pena ... primeiro, porque meu filho merece rsrsrsr e, segundo, porque já economizei pra isso!!!! rsrsrsrrs

    Às vezes,eu vou em algumas festas e vejo uma outra mãe mega produzida e o filho de qualquer jeito... ninguém merece, né?

    bjs pra vc e pra sua filhote LINDA!

    brechoparaquemechic@bol.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que filha fashion!! O que é aquela jardineira jeans e a meia calça com laço? Deu vontade de morder!! ;)
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Já comprei presentinhos pra minha gosotosona (minha afilhada!!!) em brechós! Eles perdem o tamanho muito rápido, por isso é muito chato pagar um preço alto em uma peça que vá durar as vezes alguns meses...

    Nós que estamos acostumadas nesse mundinho dos brechós já sabemos o que é bom!!

    Em breve pretendo colocar coisinhas dela e do meu afilhado no Coisinhas de Aninha
    http://brechocoisinhasdeaninha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho gêmeas e me senti bastante aliviada e feliz em descobrir os brechós virtuais, ainda na gravidez. Eles são "salva vidas" não só para o dia-a-dia em casa com as crianças brincando no chão, mas também em ocasiões especiais. Lógico que aderi e virei "brecholeira", pq tenho muitas roupas de bbs meninas, né? Tudo duplo!!!

    Bj gde e boa semana,

    Flávia
    www.conexaoflavia.bogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu não tenho filhos, porém penso igual a você Maura. Acho horrível criança mal vestida, passa uma imagem de mãe desleixada e desculpa a expressão da palavra, suja. É tão bonito ver uma criança bem vestida (e para isso não precisa ser com roupas caríssimas, mas sim de ótima qualidade). Pode perceber que a criança é até mais feliz, pois ela se sente bem e quem não gosta de ouvir elogios quando se está bem vestida. Até uma criança gosta, mesmo que seja um bebê. E a mãe então, fica toda boba!
    Bjus... Ana
    http://princesabazar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Nossa,que gracinha!!!!
    Parabéns pela filha linda e fashion.Posso
    te dizer que minha filha ama quando olha as fotos dela bebezinho e super bem vestida.
    Valeu o investimento.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  9. Uau, ADOREI o post! Tenho um filho de 1 ano e 9 meses e o visto MUITO bem :)
    Também tenho um blog de roupas infantis com peças lindas, depois dê uma conferida: "Cantinho Reciclado". Bjo

    ResponderExcluir
  10. Oi Flor

    vamos trocar links?

    http://lojinhadabeta.blogspot.com/

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Meninas, muito obrigada, não há como não ser uma mãe coruja :P
    Eu gostei muito do que a Ana disse: qualquer um gosta de receber um elogio, de andar bem arrumado, bonito. Isso é amor, é cuidado com os pequenos que ainda não podem se cuidar e isso faz deles crianças mais felizes e conscientes do quanto são amadas. É investimento, é dedicação, é altruísmo ( sim, deixar de comprar coisas para si para comprar aos filhos é uma coisa bonita).
    Vamos praticar :)
    Beijos em todas!

    ResponderExcluir
  12. Como é bom comprar roupinhas para seu filho(a) ! Adorava( quando ele era pequenininho)!Agora ele não quer mais que eu compre! Sempre gostei de vestir meu filho muito bem. Pena que naquele tempo não havia brechos infantis virtuais!Pelo menos não conhecia! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Maura parabéns pelo post.
    Concordo com você, bom não é a toa que tenho o meu brechozinho infantil...
    Adoro vestir bem a minha filha, só que agora a danadinha vai fazer 3 anos e começou a escolher suas roupinhas, adivinha só? - Mamãe quero vestido rosa forte!!! hehehe, assim fica dificil de comprar roupinha para ela.
    Mas é isso aí, compro itens de qualidade e sou hiper adepta as compras em brechós, tanto para ela quanto para mim.
    Mais uma vez parabéns pelo post e pela linda filha, uma bonequinha!
    bjs
    tita

    ResponderExcluir
  14. Concordo tbém com vc,eu sempre vestia meus filhos com roupas lindas e de boa qualidade e não me arrependo ...pena que na época não existiam os brechós....
    Parabéns pela filhota linda!!!
    Bjinhosss
    Beth Mello
    www.bethmello-brecho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Eu compro bastante também nos outlets virtuais (Privalia e Brands Club) pras crianças, tem cada pechincha! Bjo!

    ResponderExcluir
  16. Que fofo vestir cças com roupinhas lindas...

    bjos Tati

    ResponderExcluir
  17. Olha , não tenho filhos, mas tenho sobrinhos. Já comprei peças lindíssimas em brechós . Minha irmã é adepta tb , e as roupas que são novas tb vão para brechós . Vale a pena. Concordo com o post . Nossas crianças tem que estar sempre lindas !

    ResponderExcluir
  18. Ainda não tenho filhos ..mas com certeza irei adorar comprar roupinhas para eles..quando eu tiver ..quero 2 rsrrs .

    ResponderExcluir
  19. eu comprei desse site www.mercadozets.com.br e gostei o site entrega rapido e com nota fiscal e garantia

    tem ber;o eletronicos ber;os celulares tv notebook computador acessorios para carros brinquedos artigos infantis e muito mais

    tem mais de 2000 produtos

    www.mercadozets.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por participar!!

Postagens mais visitadas deste blog

Por que NÃO comprar ou vender no enjoei.com.br ?

Olá meninas,

Esse post é pra falar sobre o site Enjoei . Pra quem não conhece é um site que você compra e vende o que você quiser mas é principalmente usado por pessoas que vendem roupas, bolsas, acessórios e sapatos usados.
Você que estava interessado em comprar ou vender no site, ou já vende e compra, eis aqui uma lista de pontos negativos do site que o tornam nenhum pouco atrativo:



1º - TAXAS ABSURDAS  - Esse ponto é tanto ruim para quem compra quanto para quem vende. Por que? Comprador, você sabia que o vendedor tem que pagar uma taxa 20% sobre cada venda mais um valor fixo de R$2,15? Além disso, o vendedor tem que pagar mais uma taxa para sacar o dinheiro para sua conta bancária. Então, você que se perguntava porque os produtos no Enjoei custam tão caro agora já sabe: é porque os vendedores tem que colocar esse percentual a mais sobre o custo dos seus produtos. Esse percentual é mais caro que anunciar em sites como Mercado Livre por exemplo, que mesmo em anúncios que oferecem maio…

Okara: Como aproveitar essa maravilha!!!

Olá Garotas!!
Bem, como havia prometido reuni algumas receitas feitas com o Okara.
Nossa, e o que é Okara?????
Bem, quem acompanha o Garimpo Democrático leu a postagem que fiz sobre o Tofu feito em casa e, lá percebeu que fica um "resíduo", uma "sobra" no paninho em que se coa a soja triturada. O popular bagaço mesmo!
Bem, o mais interessante é que esse "bagaço" é muuuito nutritivo e jogá-lo no lixo seria um atentado contra a alimentação saudável e nutritiva que procuramos ter hoje em dia.
***Vamos as informações nutricionais do Okara  (por 100 g):
Energia: 77 kcalProteínas: 3,22 gTotal de gorduras: 1,73 gGorduras saturadas: 0,193 gGorduras monosaturadas: 0,295 gGorduras polisaturadas: 0,755 gHidratos de carbono: 12,54 gFibras: 7,8gCálcio: 80 mgFerro: 1,30 mgMagnésio: 26 mgPotássio: 213 mgSódio: 9 mgZinco: 0,56 mgCobre: 0,200 mgManganês: 0,404 mgSelénio: 10,6 mcgVitamina B1 (tiamina): 0,020 mgVitamina B2 (riboflavina): 0,020 mgVitamina B3 (niacina): 0,100 mgV…

Pensando em fazer uma rinoplastia ou retirada das amígdalas?

Olá meninas,

Assim como eu, muitas mulheres estão insatisfeitas com alguma coisa no seu corpo e sonham em fazer uma cirurgia plástica para realizar tal mudança.
Muitas pessoas no entanto ficam naquela de faço ou não faço por medo do pós-operatório, ou tem dúvidas quanto aos ricos que envolvem certa cirurgia, sendo estética ou não.

Pois eu nos últimos meses fiz uma amigdalectomia (retirada das amígdalas) e rinosseptoplastia (é a rinoplastia + correção de desvio de septo). Criei um blog, o PÓS-OPERATÓRIO DA BETA relatando o meu pós-operatório.
Quem tiver algum dúvida em relação a estas cirurgias é só dar uma passada lá. Quem já fez também podemos compartilhar experiências, trocar ideias, etc.

Olha que coisa mais linda! sqn...

PÓS-OPERATÓRIO DA BETA
http://posoperatoriocirurgia.blogspot.com.br/


Beijos
Roberta