domingo, 9 de maio de 2010

Se você nunca usou, ainda vai usar: Grafismo Tribal


Uma das coisas mais interessantes da Moda, na minha opinião, é que ela sempre incorpora, interpreta e/ou se apropria dos elementos da cultura  ao mesmo tempo em que permite uma releitura individual - minha, sua, da tiazinha que usa turbante, da sua prima, da Vogue - dessas mesmas influências.

Uma tendência que está super em alta no verão  que acontece agora acima do Equador é o Grafismo tribal. De Laboutin a H&M, poucas coleções escaparam.

O que será que a moda está nos dizendo ao recuperar estas referências?
Historicamente, as referências à culturas arcaicas e tribos indígenas na moda tem remetido a uma necessidade de voltar às origens de identificação mais primárias de uma cultura. Em tempos de economia globalizada, quando todo mundo pode ter tudo vindo de qualquer lugar e indo para qualquer lugar, as diferenças e características individuais de um povo ficam meio apagadas pela nuvem de possibilidades. Todo mundo é igual, então? Não. Vamos lá, resgatar o que de nós é o mais próprio.

O problema é que, como quase tudo na moda, essa tendência será interpretada por nós, logo mais,  de maneira muito literal, sem envolvimento racional ou emocional. Pudera, com tamanha lavagem cerebral capitalista que sofremos.  Daqui a pouco estaremos todos usando os grafismos originais dos apaches americanos ou dos aborígenes australianos. O que não deixa de ter seu lado bom: todas as culturas tem o seu valor e merecem ser prestigiadas. Inclusive a nossa.

Mas como é que a gente pode "atualizar" esta tendência para o nosso jeito brasileiro?
Nossa cultura indígena tem elementos e simbologia próprias que estão aí para quem quiser ver: penas ( não de pavão, né gente?), sementes nativas, barro. A nossa pintura rupestre dá um bom enredo de estamparia. Indo para um lado um pouco menos arcaico, temos também a  História do cangaço e o legado de nosso grande estilista Lampião com seus cintos de couro cru, moedas reluzentes e lenços de seda. É lindo, não é?

13 comentários:

Ambiente Bazar disse...

Eu vejo na moda Tribal algo bem charmoso, hj em dia não tenho muitas cisas no estilo ,mas já usei muito.

VERÔNICA disse...

Acho que o tribal cabe bem num acessório, num detalhe... dá um up num vizoo basiquinho.

bjs

brechoparaquemechic@bol.com.br

Andrea Souza disse...

É diferente né..gostei da bolsinha.
Meninas, Feliz Dia das Mães para tds!
Bjks
Andrea - Carioquices

Dáfni disse...

Eu acho muito charmosa a moda que valoriza estas referências culturais. Sempre que dá, em viagens, eu compro algo de um artista da cidade, em geral camisetas.

Quero ver como esta tendência vai chegar aqui!

Beijos

Beth Mello disse...

Acho bem charmoso um tribal não exagerado...um leve toque,...um detalhe,...um acessório...Pois é , vamos ver como vai chegar por aqui...
FELIZ DIA DAS MÃES PRA TODAS!!!!!
Bjinhosss
Beth
www.bethmello-brecho.blogspot.com

Princesa Bazar disse...

Na verdade já chegou no verão. Eu tenho uma blusa linda e um vestido com estampa tribal, porém bem discretas, maravilhosas e atuais.
Bjus... Ana

Danielle Littera disse...

Engraçado que vendo assim a gente até se anima...

Beijos.

Blog Bazar Virtual disse...

Hummmm não gostei dessa tendência não .... sinceramente achei feio, mas quem sabe depois acostumo e até arrisco algo ....
Bjs
Sandra Mara.

Vick disse...

Acho um charme nos acessórios ;)

Looks Brechó disse...

Achei muito bonito! Gosto de variedade, de misturar! E realmente temos que valorizar o que é nosso e perceber a gama de possibilidades! Pra mim moda, criatividade e personalidade andam juntas. Não gosto muito da idéia de prazo de validade! Veio algo, passa uma temporada e se descarta! Quando gosto faz parte da minha vida, independente de estar na moda, tudo muito igual me cansa!! :)
Bjim, Ci

Garimpo Fashion Bazar disse...

Gostei bastante do grafismo tribal.
E concordo plenamente com a Ci, tbm sou do msmo jeito. Não acho que as coisas devam ser tão descartaveis como se coloca por aí. Se vc gosta, fica bonita e se sente bem pq não continuar usando? Afinal é isso que importa neh.

Ana Vitor disse...

Concordo com a Vick: gosto nos acessórios.

Ana
(Serafina B)

**Love Laces** disse...

Acho lindo grafismo tribal,normalmente quem gosta não segue modismos, tem muitas peças
atemporais.
Bjs

Postar um comentário

Dicas: Procurem comentar quando estiverem logadas. Lembrando que as top comentaristas do mes terao seus banners divulgados no blog.

Related Posts with Thumbnails

Minha lista de blogs