sábado, 13 de março de 2010

Ditadura da Moda

Com um intervalo considerável desde o primeiro post (Foi antes do Carnaval! Sorry...), eis que apareço novamente pra encher vocês com as minhas balelas hehehe. Primeiro, avisando que vou estar sempre no Garimpo aos sábados. Entonces anotem aí na agenda: sábado é dia de ler as xurumelas da Kbide (meu codinome “internáutico”). Segundo, falando que a Roberta me mandou uma lista de assuntos super interessantes pra abordar por aqui, e eu já estou preparando umas coisas bem legais, mas por hoje eu queria usar esse espaço pra fazer um desabafo.

Desde a semana passada, visitando alguns dos meus blogs de lei, me deparei com um assunto recorrente: a tal ditadura da beleza. As hollywood-celebrities se proliferam a uma velocidade absurda, dizendo o que a gente deve vestir, como deve agir, o que deve pensar, comer... Principalmente quanto a gente deve pesar. E isso faz com que cada vez menos a gente se depara com gente de verdade. Parece que ter a silhueta só-como-alface-e-sou-feliz das gêmeas Olsen ou a pele sou-phyna-e-nunca-tive-espinhas da Rihanna ou o cabelo sou-rhyca-e-acordo-assim da Gisele vai sumir com todos os problemas da sua vida.

Lembro de ter ficado perplexa quando vi, num desses programas de red carpet , alguém falar bem do vestido da Kirsten Dunst (a mocinha do Homem-Aranha) e ela agradecer dizendo: “É fácil ficar bem neste vestido quando se usa 34”. E é isso mesmo, 34. Não foi erro de digitação, a mulher tem 1,70 e usa trinta-e-quatrooooooo. Então, meu primeiro desabafo é sobre essa cultura do “esqueleto-pride”, que vira e mexe tá na moda, como se fosse uma coisa muito da legal... ¬¬
O segundo desabafo é sobre a padronização da moda. Dá uma geral nos blogs da vida e vê quantas pessoinhas (independente de altura, peso, estilo e tantas outras coisas mais que devem influenciar na maneira de vestir) você vai encontrar usando wet-legging, t-shirt podrinha e wayfarer!


Gente, eu adoro moda, acompanho as tendências, amo muita coisa que vejo, mas tem coisa que não dá ne! Meu quadril não me permite usar uma legging, por exemplo, e meu rosto bochechudo não combina com um wayfarer. Tem pra quê sair por aí usando essas peças só porque tudo mundo usa? Tendência é um norte galera, uma noção de tecidos, estampas, cores... Pra você pegar e adaptar ao seu gosto, ao seu corpo, ao seu estilo, à sua vida. Parece que de repente sumiram as pessoas normais do mundo e a gente só vê modelo de revista. Sem contar que se você não tiver a peça tal da coleção tal da marca tal, você não merece nem ser olhada na cara. Não tem alguns milhares de dólares pra comprar uma Hermès? Desembolsa mil e compra uma “réplica” (porque ninguém fala mais que é fake) que tá tudo certo. Não quero nem saber se dava pra comprar uma bolsa maravilhosa de ótima qualidade. Tem que ser de marca. Tem que ser usada pelas famosas. Pffffff...

Por essa e outras razões é que apóio demais a iniciativa de blogs como o da Ana ou o da Lilian, que fazem moda pra usar com preços que todo mundo pode pagar. Porque, no final das contas, gordinha ou magrinha, lisa ou endinheirada, o negócio é ser você. E ser feliz. ;)


Taty do Kbide


P.S. Com esse post não to tentando ofender essa ou aquela pessoa que faz isso ou aquilo. Cada qual sabe de si e faz o que quer. É só o meu ponto de vista, ou, como diria um amigo, outra vista de um mesmo ponto.

17 comentários:

*Lary´s* disse...

Oi!!!
Adorei o post!!!
Li e concordei com tudo o que vc disse, sem exageros!!!
Eu acho que o maravilhoso da moda é saber aplicar isto e garimpar aquilo pro seu estilo de vida e corpo!!!
Têm coisas que não são viáveis pra todo mundo, isso é fato!
É aí que entra o senso crítico (e fashion tb!) de saber ver e sentir exatamente o que combina com vc!
Beijocas,
Lary´s.

Roberta disse...

Bah gente, estou com orgulho das minhas colaboradoras.
Achei ótimo o teu post Taty, adorei ler. Parabéns mais uma vez.

A respeito da ditadura a moda, eu acho que o legal é vestir e gostar de sí mesma. Criar o próprio estilo e inovar. Afinal chama mais atencao ser diferente( e estar bonita também) do que ser igual aos outros.

E por favor gente, ser anoréxica nao é ser bonita. Homem nenhum gosta disso.... é só perguntar.

bjosss

ps: PARABÉNS novamente!

Roberta

Paola disse...

Olá, Meninas!!!
Adorei o Bazar de vcs! Lindo!
Se puderem meu linkar, adoraria estar ligada a um bazar tão estiloso.
Bjs!
Equipe Doce Guerreira
www.boutiquedoceguerreira.blogspot.com

VERÔNICA disse...

Concordo em número, gênero e grau!!!!

bjs

brechoparaquemechic@bol.com.br

GaroTas disse...

Concordo tb, publiquei um trabalho sobre anorexia e bulimia nervosa e a causa principal é essa ditadura da moda que nos é imposta como padrão de beleza, onde o corpo magro, mtas vezes, exagerado é o perfeito. Mais importante é a saúde.
bjos Tati

Advogata Brechó disse...

amiga,
tem sorteio lá no ADVOGATA BRECHÓ de um hidratante da VS (é comemoração do niver do brechó). Poderia nos ajudar a divulgar?
Bjim
Day
http://advogatabrecho.blogspot.com/

Looks Brechó disse...

Parabéns pelo post!! É isso aí, não da´pra ser sem personalidade!!!

paulinhacontrataca disse...

adorei Taty, beijos!

Princesa Bazar disse...

Muito pertinente esse post.
Parabéns! Adorei.
A moda não deve ser seguida a risca, pois cada um sabe o que fica bem pra você ou não.
Portanto, evidencie o que você tem de mais bonito, e não precisa ser esquelética para isso.
O importante é se sentir bem com o que está vestindo.
Bjus... Ana

FUXICO brechó disse...

É isso aí. Concordo plenamente... o legal da moda é vc se produzir livremente, se sentir bem, feliz, independente do tamanho do manequim...Aliás, estar na moda é ser diferente, acho um saco sair por aí, olhar as vitrines e deparar com os mesmos modelos, estampas, cores, é por isso que amo brechó, dá para construir um loock bacana,da moda, sem ser igual...
Beijocas

Taty do Kbide disse...

Oi meninas!

Obrigada pela força. Fico muito feliz q vcs tenham gostado e mais feliz ainda por termos esse espaço pra compartilhar nossas ideias.
Ah, se quiserem sugerir temas que queiram ver abordados por aqui, é só falar! ;)

Bjossss enormesssss!


Taty do Kbide
http://brechofestadocabide.blogspot.com/

Coisas de dondoca disse...

Amei o post! Ditadura por ditadura, eu prefiro instaurar a minha , que é a de ser feliz e procurar estar bem, sem ter que me impor pelas roupas que uso ou pelo meu peso.
Aliás, uma coisa é fato: beleza vem de dentro pra fora , é estado de espírito. Quem é feliz se cuida, logo, fica linda.
E como diz um amigo meu , celulite é a leitura de "sou gostosa em braile"... Não há um ser normal que não tenha, a não ser aquelas que dispõem de muito tempo, dinheiro e futilidade para não querê-las .
Parafraseando alguém famoso, eu me visto para as mulheres e me dispo para os homens. E na boa, eles nem reparam tanto, preferem fazer a leitura em braile...rssss
Um beijo .

Taty do Kbide disse...

"Celulite é a leitura de 'sou gostosa em braile'..."
Adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeei Melissa!!!! ^^
Bjs pra ti. =*

Vick disse...

Uau! Falou e disse :)

Coisas de dondoca disse...

Valeu , Taty !
Ah, amei seu blog !
Beijo!!!

mayã disse...

Adorei o post!
Gente sem noção!!

Nem Secos disse...

Ei, ouçam a música "Ela Cortou Curtinho" do Grupo Nem Secos, que fala da ditadura da moda e sobre cada um poder ser como quer:

http://www.myspace.com/nemsecos/music/songs/ela-cortou-curtinho-84352577

Valeu, um abração

Postar um comentário

Dicas: Procurem comentar quando estiverem logadas. Lembrando que as top comentaristas do mes terao seus banners divulgados no blog.

Related Posts with Thumbnails

Minha lista de blogs